segunda-feira, 19 de outubro de 2015

SEM COMENTÁRIOS


Na quinta-feira passada a OAB/SC anunciou publicamente que o Presidente Tullo Cavallazzi Filho solicitou à Procuradoria Estadual de Prerrogativas e à Comissão de Prerrogativas, Defesa e Assistência ao Advogado que ingressassem com medida judicial para garantir o percentual mínimo de 30% de trabalhadores no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal durante a greve da categoria. Assim foi feito na presente data.

A exemplo da Seccional, integrantes (ou integrante, não sei) da chapa de oposição fizeram o mesmo, obtendo há pouco liminar em mandado de segurança perante a Justiça do Trabalho. Excelente!!! Parabéns!!!

O que retirou um pouco – bastante, em minha singela opinião – o brilho da vitória foi a forma com que os candidatos/impetrantes a comemoraram, pois estes, sem conseguir esconder o objetivo maior do ajuizamento da ação, passaram a criticar abertamente a Seccional. Segundo eles, “a OAB/SC, burocrática e morosa, aguarda que a sua comissão de prerrogativas ingresse com pedido sabe lá quando”.

A defesa das causas da advocacia deve ser feita todos os dias do ano, assim como tem feito a OAB/SC, e não apenas às vésperas das eleições do nosso órgão de classe.

Shame on you!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.