quinta-feira, 22 de outubro de 2015

A QUEM INTERESSA O ANONIMATO?


Me entristece profundamente testemunhar agora a reiteração da malfadada prática do anonimato, utilizada de forma criminosa nas eleições de 2012 da OAB/SC, quando foi inclusive impulsionada e fortalecida dentro da nossa própria Seccional.

Apesar da gravidade do fato de a OAB/SC ter tolerado, regado e deixado germinar em seu seio uma denúncia anônima, em 2012 o conteúdo da criminosa denúncia era "espalhado" de forma velada, sempre sussurrada.

É certo que os advogados catarinenses perceberam a quem aproveitava a trama anônima urdida para prejudicar os então candidatos de oposição, que foram eleitos com uma votação que já entrou para a história. Era o o que bastava para ninguém mais desejar se valer de tão abjeta prática.

Não tem sido bem assim.

Em 2015 a situação mudou um pouco. Tudo começou (e continua) com vídeos anônimos disparados pelo aplicativo Whatsapp, a partir de números telefônicos dos EUA (que estão sendo investigados), atacando candidatos da chapa de situação.

Mas o que me entristece realmente é ver vários dos questionamentos e ilações feitos nos vídeos anônimos também em pronunciamentos oficiais da chapa de oposição.

Não cabe a mim fazer qualquer espécie de acusação, mas é certo que hoje temos apenas duas chapas e os ataques feitos anonimamente aproveitam a somente uma delas.

O que quero dizer com isso?

Que (valendo-me aqui da linha de pensamento do advogado Marcelo Peregrino, bem exposta em sua página no Facebook) a chapa de oposição já deveria ter repudiado publicamente o uso do anonimato para atacar seus oponentes - atuais dirigentes da OAB/SC e da CAASC;

Que já passou o tempo de a oposição fazê-lo, pois os primeiros ataques anônimos estão ficando velhos (há mais de um mês houve denúncia neste blog - leia aqui) e muitos outros continuaram sendo feitos;

Que o silêncio da oposição evidentemente milita em seu desfavor, pois, diante de injustiças, os advogados sempre esperam ser defendidos por quem os representa (ou pretende representar), sejam eles de situação ou de oposição, porque somos TODOS ADVOGADOS.

É o que humildemente penso sobre o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.