terça-feira, 21 de agosto de 2012

PESQUISAS & PESQUISAS...



Em nota publicada em 31 de maio deste ano na coluna de Cacau Menezes, no jornal Diário Catarinense, o presidente da OAB/SC – Paulo Roberto de Borba – afirmou que, segundo pesquisa realizada pelo Ipespe, “em Santa Catarina 68% dos advogados pretendem votar na situação”.

A informação apresentada por Paulo Borba é totalmente inverídica, pois, de acordo com a pesquisa por ele citada, realizada pelo Ipespe, em Santa Catarina apenas 20% dos advogados pretendem votar na situação nas eleições de novembro. O número verdadeiro da pesquisa pode ser confirmado no site Migalhas (veja aqui).

Embora a informação prestada por Paulo Borba seja flagrantemente falsa, este não veio a público para corrigi-la.

Como o leitor percebe, corrigir a divulgação inverídica do resultado de uma pesquisa é fácil. Mas é difícil, ou melhor, é impossível corrigir o resultado de uma pesquisa feita de forma não isonômica.

Pois bem. Quatro colegas, de três diferentes cidades do estado, ligaram a este blogueiro para dizer que hoje receberam ligações de entrevistadoras do Instituto Mapa, que estaria realizando pesquisa sobre as eleições da OAB/SC. Os quatro não se conhecem, mas narraram um mesmo fato.

Foi-lhes perguntado se votariam em Márcio Vicari ou em Tullo Cavallazzi Filho. Os quatro responderam que votariam em Tullo. As entrevistadoras perguntaram então se eles tinham certeza em relação à opção de voto e se  haveria chance de mudarem de opinião.

Esta não é, definitivamente, uma forma isenta de pesquisa.

Um dos entrevistados, de Chapecó, perplexo com a esdrúxula pergunta, respondeu à entrevistadora:

- Minha posição só muda se eu morrer!

Como será que tabularam o voto dele?

3 comentários:

  1. E o que o presidente tem que ficar dando palpite sobre pesquisas eleitorais? Não devia ser isento? Não despejou o sindicato só por veicular uma notícia da oposição em seu blog? Acho que os advogados deveriam enviar um comunicado ao presidente dando 5 dias para ele desocupar o cargo por fazer propaganda eleitoral tendenciosa ;)

    ResponderExcluir
  2. Apenas lamento a postura do colega de Chapecó, pois eu nem morrendo mudo meu voto. Viva Tullo. Viva uma OAB de verdade, em prol da Advocacia. Criciúma é Tullo na Seccional e Michalak na Subseção.

    ResponderExcluir
  3. Caro Dr. Restanho: em Joinville a campanha já começou na última Sexta-feira com o lançamento no facebook da Chapa União e Respeito pro uma Nova Ordem, que conta com a união dos integrantes das duas chapas de oposição em Joinville, que juntas conseguiram 70% dos votos da Seccional para oposição em 2009. Contrapondo os números indicados pela gestão atual. Segue o link: http://www.facebook.com/UniaoeRespeito

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.