sábado, 19 de setembro de 2015

SOBRE COVARDES E CRIMINOSOS - II



Por Alexandre Brito de Araujo*

Para quem pensou que na política da OAB/SC os covardes ataques anônimos parariam nas eleições de 2012, informo que infelizmente eles não pararam.

Anônimos continuam atacando.

Devem ter esquecido que o anonimato e a baixaria foram exemplarmente rechaçados pelos advogados catarinenses na eleição de 2012.


Mas se alguém acha que a baixaria anônima somente está iniciando agora, faltando poucos meses das eleições da Seccional, sinto dizer que desde a última eleição o anonimato continua sendo utilizado para atacar os dirigentes eleitos, a OAB/SC e - pasmem!!! - os  advogados catarinenses.

Trago a lume apenas um exemplo, que bem ilustra as intenções daqueles que estão por trás de seguidas denúncias anônimas.

É público e notório que durante a gestão do ex-presidente Paulo Roberto de Borba houve drástica redução do número de vagas de  garagens disponíveis para advogados no TJSC, bem como que a atual gestão firmou convênio com o Município de Florianópolis, pelo qual garantiu um importante estacionamento  ao lado do Tribunal de Justiça. Digo que é importante porque é praticamente impossível estacionar próximo ao TJSC durante o expediente forense.

O estacionamento, tão útil aos advogados de todo o Estado, logo foi objeto de denúncia junto à Secretaria do Patrimônio da União e ao Ministério Público Federal. Insolitamente, a denúncia foi feita por uma ASSOCIAÇÃO QUE NÃO  EXISTE!!! São os bons e velhos anônimos atacando novamente, pouco se importando com o prejuízo que os advogados teriam com fechamento do estacionamento. O que importa é desfazer a conquista obtida pela OAB/SC em benefício dos advogados militantes.

Pois bem, agora, às vésperas das eleições da OAB/SC, os ataques anônimos voltaram, e tudo indica que com a mesma covardia e virulência de 2012.

Atacam novamente, para variar, o presidente Tullo Cavallazzi Filho, que já deixou claro: não deixará passar em branco a responsabilização civil e criminal dos covardes de plantão.

Para quem não lembra ou não teve acesso, recomendo a leitura dos posts abaixo, que bem demonstram o modus operandi dos anônimos em questão:

MINISTÉRIO PÚBLICO ARQUIVA DENÚNCIA ELEITOREIRA E MANDA INVESTIGAR OS DENUNCIANTES



* Interino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.